Planejar é fácil, difícil é fazer

Você é desse time? Consegue parar e pensar, estudar opções, tomar decisões sobre o que fazer, organizar a sequencia das ações, estipular datas, ver recursos, enfim, montar um plano? Parabéns, meio caminho andado.

Mas se você tem dificuldade em tornar esse imaginário de ações futuras em fatos reais, pare! Pare novamente e pense. Pense no que pode estar errado. Seguem alguns itens para ajudar a sua reflexão:

1 – Reveja o planejamento. Foi feito com dados confiáveis? Suas fontes são primárias?

2 – Como você lidou com as incertezas? Estudou diferentes opções para lidar com elas?

3 – Verifique se os recursos planejados estão disponíveis ou ao alcance.

4 – Tem objetivos e metas no seu planejamento? Porque uma coisa é saber O QUE fazer, outra é, além disso, QUANTIFICAR e DAR PRAZOS.

5 – Seu planejamento tem um organograma de acompanhamento?

6 – Sabe onde está a sua CORAGEM? Coloque-a bem na frente do peito, junto ao coração.

Pronto! Essa meia dúzia de dicas vai tornar bem mais fácil fazer o seu planejamento acontecer. Confie!

2 thoughts to “Planejar é fácil, difícil é fazer”

  1. Uma dica que eu acrescentaria é: tem gente que prefere planejar a executar. Se esse é o seu caso, que tal conseguir um parceiro mais pragmático? 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *